quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

3° Lugar - O Porão de Cada Alma - Ruy Villani


O porão de cada alma

.

No porão de cada alma
Vive uma ratazana
Que ignora armadilhas
E saboreia venenos,
Azeda o vinho branco
E lambuza-se no mel.


No porão de cada alma
Se esconde todo dia
E escarnece, tripudia,
De gatos e ratoeiras


O porão de cada alma
Não passa de um pardieiro
Que o dono organiza
E redecora com zelo.


O porão de cada alma
É a ante-sala do inferno
Que abriga uma ratazana
Fria, rude, maliciosa,
Porém, dona de um lugar
Que nenhum demônio invade
E deuses têm medo de entrar
.
.
Ruy Villani
http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=7147923754212681838

Um comentário:

Me Morte disse...

Ruy!!!
Parabéns moço! Não sabe a alegria de ver vc entre os primeiros. Vc merece muito mais. Teu poema é muito bom! Beijos